EOS M – Primeira "Mirrorless" da Canon.

Olá pessoal,

Há muito se fala na nova tecnologia Mirrorless, mas você sabe o que ela significa?

Em portugues, seu nome significa “sem espelho”. Isto quer dizer que as novas câmeras que utilizam esta tecnologia são uma “versão” das já conhecidas DSLRs, mas com um elemento importante a menos: O espelho.

Ao trocar a lente da sua DSLR você já deve ter percebido a existencia de um espelho bem na entrada. Este espelho é responsável, dentre outras coisas, pela imagem que você vê no pequeno visor chamado “viewfinder”.
Por não possuir espelho, a câmera “mirrorless” também não possui o viewfinder ótico, como estamos acostumados.

Ela é uma versão compacta do tipo “point and shoot” das DSLR, que possui a mesma qualidade das irmãs maiores. A principal diferença fica no enquadramento da foto que é feito direto no visor LCD.

Específicamente no modelo EOS M o visor é touchscreen. É nele que você configura a exposição da sua câmera e é também nele que você escolhe o ponto de foco da sua cena. É isto mesmo. Basta tocar no visor onde você quer o foco que a câmera faz o ajuste para você.

A câmera finalmente apresenta um recurso muito esperado pelos fotógrafos videomakers ao redor do mundo: O foco automático no modo de gravação de vídeo. Ele foi introduzido recentemente nas câmeras Canon com o modelo EOS 650D (t4i). No fundo, a EOS M é uma irmã mais leve e compacta da 650D, só que com uma interface mais voltada para o mercado “iniciante”.

Junto com estas novidades (qualidade das DSLR, compacta, autofoco, visor touchscreen), a Canon apresenta uma nova série de lentes chamada EF-M. Mais do que uma nova série de lentes é um novo formato de encaixe. Isto não quer dizer que você tem que deixar todas as suas lentes de lado e comprar lentes novas. Há disponível também um adaptador para que a câmera EOS M funcione com lentes EF e EF-S chamado “Mount adapter EF-EOS M”.

Seguem os dois modelos lançados com o encaixe EF-M:
1) EF-M 18-55mm f/3.5-5.6 IS STM zoom
2) EF-M 22mm f/2 STM

As duas possuem a nova tecnologia STM que significa STepper Motor. Um auto foco super silencioso para funcionar durante o vídeo sem interferência no áudio captado pela câmera.

Segue um resumo das características desta pequena notável:

* Novo sistema EF-M
* Sensor de 18mp APS-C (crop de 1.6)
* Modo de autofoco contínuo na gravação de vídeo
* Novo processador DIGIC 5 de 14Bits
* ISO 100 a 12800 (25600 com a expansão)
* 4.3 fps (fotos por segundo)
* 3 fps quando o modo de foco automático estiver ativo (para seguir um objeto em movimento)
* Gravação de vídeo 1080p (1920×1080) em 30, 25 ou 24 quadros por segundo com som estéreo
* Ajuste de volume de gravação de áudio
* Entrada para microfone externo
* Visor touchscreen (sensível a multi-toque)
* EOS Hot-Shoe (sapata tradicional para uso de flash – não possui flash interno)
* Filtros Criativos (você visualiza em tempo real os estilos escolhidos)
* Possibilidade de uso de lentes com encaixes EF e EF-S através de adaptador (vendido separadamente)

O que eu particularmente acho que a Canon pecou neste lançamento foi a não inclusão de um visor móvel (como o da 650D).

Em tempos onde a produção de vídeo independente está em alta, este é um recurso que faz falta seja para quem quer se filmar ou para quem busca ângulos diferenciados.

De qualquer forma espero que curtam a novidade que pode caber no seu bolso (literalmente).

Até a próxima,

Daniel Farjoun
www.xyz360.com.br
www.facebook.com/xyz360
www.twitter.com/xyz360